Para o cumprimento de sua missão e objetivos a RBMA definiu um conjunto de estratégias de ação:

Estratégias Territoriais da RBMA

Abranger em seu território a maior parte dos remanescentes florestais e dos ecossistemas associados, bem como áreas protegidas, nas diversas fitofisionomias e regiões da Mata Atlântica tendo, por conseguinte, dimensões que permitam uma atuação na escala do bioma e em âmbito nacional.

Integrar, na definição de seu território, a configuração padrão das Reservas da Biosfera e outros importantes instrumentos de ordenamento territorial voltados à conservação, a exemplo dos corredores ecológicos, dos mosaicos de áreas protegidas, dos cinturões verdes de áreas urbanas e dos planos de bacias hidrográficas.

Articular a RBMA com as outras reservas da biosfera em áreas de ecossistemas compartilhados.

Expandir-se em etapas, agregando novas áreas e parceiros, re-adequando a cada cinco anos seu desenho e atualizando seu zoneamento, na medida em que se consolida sua capacidade de gestão e articulação institucional.

Definir Áreas Piloto para desenvolvimento, de forma prioritária e sustentável, de programas e projetos demonstrativos, visando a efetiva implementação em campo dos conceitos e funções da RBMA.

Estratégias de Gestão da RBMA

Atuar como um instrumento de articulação intersetorial e interinstitucional, organizando sua gestão em sistemas colegiados e democráticos, com participação representativa, equilibrada e paritária de instituições governamentais e dos vários setores da sociedade civil.

Assegurar a autonomia dos diversos componentes do sistema de gestão da RBMA, sem prejuízo da coerência conceitual, estrutural e dos princípios e diretrizes da Reserva.

Incrementar a negociação e o consenso entre os vários setores governamentais, não governamentais e comunidades locais, valorizando o estabelecimento de parcerias.

Consolidar estruturas gerenciais próprias e permanentes, assim como instrumentos ágeis de apoio e execução administrativa e financeira em todos os níveis do sistema de gestão

Articular o Sistema de Gestão da RBMA com Comitês de Bacias Hidrográficas e outros organismos gestores de recursos naturais e de ordenamento territorial no Domínio Mata Atlântica.

Promover a capacitação dos membros do sistema de gestão da RBMA para que possam atuar de acordo com os princípios, diretrizes e prioridades da Reserva.

Incorporar o monitoramento sistemático e periódico como atividade de rotina nos programas e projetos da RBMA.

Colocar o Sistema de Gestão da RBMA à disposição de projetos de conservação na Mata Atlântica, a exemplo do Corredor Ecológico Central da Mata Atlântica/PPG-7, dos Projetos Bilaterais dos Estados com o KFW e Sítios do Patrimônio Mundial Natural.

Promover a permanente revisão e adequação do sistema de gestão da RBMA, considerando-se a dinâmica interna da própria Reserva e das transformações sócio-econômicas e ambientais no Domínio Mata Atlântica.

Estratégias de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Mata Atlântica

Contribuir política e institucionalmente para a elaboração e implementação de políticas públicas, programas e fundos voltados para a conservação e desenvolvimento sustentável da Mata Atlântica em todo seu Domínio.

Apoiar a criação, implantação e a gestão participativa de áreas protegidas (Unidades de Conservação e outras) públicas e privadas (RPPN e outras) na Mata Atlântica.

Contribuir para a ampliação de conceitos e mecanismos de conservação "in situ" na área do Domínio Mata Atlântica a exemplo de corredores ecológicos e mosaicos de UCs.

Apoiar a realização de ações e projetos, na perspectiva de uma economia de qualidade, que visem o desenvolvimento de alternativas econômicas sustentáveis e que incentivem a geração de emprego e renda entre as comunidades estabelecidas na área da Mata Atlântica.

Apoiar projetos demonstrativos e de capacitação, especialmente nas áreas de ecoturismo, conservação e recuperação de águas e florestas, valorização cultural, agroecologia, consumo sustentável, manejo de recursos naturais e outros que tenham nas comunidades e instituições locais seus principais atores e beneficiários.

Estimular a participação da comunidade no processo de monitoramento e gestão ambiental da Mata Atlântica.

Fomentar o desenvolvimento de estudos com vistas a subsidiar o manejo, a conservação, a recuperação, a valoração de serviços ambientais e a adoção de políticas públicas para os recursos naturais da Mata Atlântica.

Fomentar o desenvolvimento de estudos e projetos com vistas à identificação, valorização e preservação do patrimônio cultural (material e imaterial) associado à Mata Atlântica.

Promover a capacitação e o intercâmbio de experiências envolvendo agentes locais, técnicos de entidades parceiras e outros para a conservação, recuperação e manejo sustentável da Mata Atlântica.

Estudar, propor e estimular o uso de mecanismos de apoio à conservação e ao uso sustentável da Mata Atlântica pela iniciativa privada, a exemplo da criação de reservas particulares e certificação ambiental de produtos e serviços.

Participar de encontros, grupos de trabalho e redes nacionais e internacionais voltadas à promoção do conhecimento, da conservação, do desenvolvimento sustentável, bem como da difusão e consolidação do Programa MaB.

Estratégias de Comunicação da RBMA

Prever em todos os programas e projetos da RBMA a ampla divulgação e difusão de seus resultados e produtos.

Produzir, reunir, sistematizar e difundir em linguagem apropriada as informações sobre a Mata Atlântica.

Promover encontros, seminários e outros eventos para intercâmbio de experiências e discussão de temas de interesse da Mata Atlântica.

Estimular atividades pró-Mata Atlântica de outras organizações por meio de divulgação, apoio institucional e premiação, a exemplo do "Prêmio Muriqui" e do "Prêmio Mata Atlântica para Iniciativas Municipais".

Valorizar a logomarca "Muriqui" e manter a unidade de comunicação da RBMA apoiada nesta marca.

Criar uma estrutura de comunicação, utilizando assessoria de imprensa própria e articulando com instituições parceiras para trabalhar os diversos meios de comunicação.

Estabelecer parcerias para o desenvolvimento de campanhas em prol da Mata Atlântica.

Elaborar e manter atualizado o site da RBMA.

Estratégias de Captação de Recursos Financeiros da RBMA

Identificar e divulgar as fontes de recursos financeiros destinados a projetos de interesse da Mata Atlântica e estimular a otimização do uso dos recursos.

Estimular a criação de novos fundos de financiamento (governamentais e privados) voltados para conservação e recuperação do patrimônio natural e cultural do Bioma Mata Atlântica.

Concentrar esforços visando a destinação de recursos específicos para a implementação da RBMA nos orçamentos da União, Estados e Municípios.

Promover o uso da "marca" da RBMA e desenvolver produtos que além de divulgar a Mata Atlântica e a Reserva, contribuam para a captação de recursos para seus projetos.

Elaborar projetos de captação de recursos voltados ao fortalecimento institucional e programas temáticos da RBMA, diversificando as fontes de financiamento.

Captar recursos financeiros que permitam apoiar projetos propostos pelas diversas instâncias do Sistema de Gestão da RBMA.

Consolidar as parcerias existentes e estabelecer outras para ampliar e otimizar recursos dos projetos e programas de interesse comum.

Fortalecer a estrutura do Instituto Amigos da RBMA para captação de recursos e implementação de projetos da Reserva.
Links relevantesAgendaGlossário

© 2004 Conselho Nacional Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

Rua do Horto, 931 - Horto Florestal
CEP 02377-000 - São Paulo - SP
+ (55 11) 2208-6080 / 2208-6082
secretaria@rbma.org.br | cnrbma@rbma.org.br | cnrbma@uol.com.br