,

Divulgando "Disposição aplicada em Lixeira"

Separe seu lixo com muita facilidade, praticidade e rapidez!

Reciclar torna-se muito mais fácil com invenção de brasileiros.

É muito comum em residências utilizar pequenas lixeiras para o descarte de lixo formado no preparo de alimentos ou outras atividades executadas na cozinha. Porém esta lixeira atrai insetos e animais na busca de alimentos. Assim, torna-se necessária a retirada diária deste lixo e a higienização do ambiente.

Muitas donas de casa fazem a reciclagem do lixo separando os diferentes tipos para posterior descarte, porém as lixeiras não são destinadas a este processo, por isso se faz necessário o uso de diversos sacos que classificam o lixo.

O projeto desenvolvido pelos inventores Fabiano Machado e Paulo Henrique foi denominado “Disposição aplicada em Lixeira”, trata-se de uma lixeira com módulo embutido na parede com entradas seletivas de dejetos, que são canalizados e conduzidos por gravidade pelos dutos inclinados e tubos para o recipiente de armazenamento com divisórias internas.
           
 A lixeira permite ao usuário a possibilidade de descartar o lixo de modo classificatório depositado diretamente no saco seletivo. Ao depositar o lixo na entrada selecionada, este é conduzido ao compartimento compatível com sua classificação.

Segundo os inventores: “Este projeto Oferece diversos designs geométricos com acabamentos estéticos que deixam a invenção com um visual moderno na parede da cozinha”, explicam.

Este conjunto agrega diversas vantagens, entre elas: conforto, praticidade, facilidade, evita proliferação animais transmissores de doenças, ecologicamente correto, permite a reciclagem do lixo, tudo isso com uma excelente relação custo-benefício.

Parceria – Por isso, Fabiano e Paulo estão em busca de parceiros para o desenvolvimento de modelos. Com patente requerida em todo o território brasileiro, os inventores buscam negociá-la ou obter parceria entre fabricantes de lixeiras e utensílios domésticos, para criar modelos, realizar testes e industrializá-la.

Empresários interessados em investir no produto devem entrar em contato com a Associação Nacional dos Inventores pelo telefone (11) 3873-3211.

Sobre a Associação Nacional dos Inventores

Tudo começa com uma boa ideia na cabeça. Depois do desenvolvimento de um protótipo e da realização de testes, o inventor tem a certeza de que o fruto daquela boa ideia vai melhorar a vida de muitas pessoas. A partir daí, muitos deles se perguntam: “O que fazer agora?”.

A Associação Nacional dos Inventores (ANI) foi criada exatamente para que as invenções brasileiras sirvam a toda a sociedade e para estimular os inventores a continuar dedicando-se à descoberta de novidades. “Nosso papel é incentivar e popularizar as inovações tecnológicas no País”, afirma o presidente e fundador da entidade, Carlos Mazzei. “Trabalhamos na orientação e regularização das patentes de projetos e na posterior comercialização dos inventos em escala industrial.”

Mazzei, também conhecido como “empresário dos inventores”, dedica-se integralmente à busca pelo reconhecimento dos inventos brasileiros. “Quando se fala em invenção, muitos pensam apenas em projetos ‘malucos’. Eles também existem, mas anualmente, são desenvolvidos diversos produtos e soluções para os problemas cotidianos.”

Muitos projetos de extrema importância ainda aguardam investidores decididos a produzi-los em escala industrial. Outros já estão no mercado, trazendo bons lucros a quem os criou.

Informações para a imprensa:
Inventandum Comunicação e Assessoria -(11) 3873-3211 / 3672-5941

 

 



Outras Notícias...
Escolha o ano para ver as noticias anteriores

 
Links relevantesAgendaGlossário

© 2004 Conselho Nacional Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

Rua do Horto, 931 - Horto Florestal
CEP 02377-000 - São Paulo - SP
+ (55 11) 2208-6080 / 2208-6082
secretaria@rbma.org.br | cnrbma@rbma.org.br | cnrbma@uol.com.br

Mercado Mata Atlântica - RBMA:
E-mail: mercado@rbma.org.br