RMA - Boletim Últimas da Mata Atlântica nº 87 28/02/2008

"Vai sobrar para a Mata Atlântica!" - Essa é a conclusão de mais um estudo feito sobre os danos que serão causados ao bioma pelo aumento da temperatura do planeta. Saber que a questão sobre o aquecimento global aparece cada vez mais freqüentemente nas pautas de discussões entre líderes do governo mundial, e até mesmo da população em geral, não é novidade para ninguém. O que precisa ser feito, imediatamente, é encontrar soluções mais eficazes para combater o problema. Conforme o estudo as mudanças climáticas podem reduzir pela metade as áreas de potencial ocorrência de 38 espécies da flora nativa do bioma Mata Atlântica. Fatores como o rápido crescimento das cidades, o avanço das práticas agrícolas e o extrativismo sem controle têm contribuído de maneira decisiva para o desaparecimento do bioma. As previsões mais otimistas do estudo informam que, caso a temperatura do planeta suba aproximadamente 2°C, haverá uma redução de até 25% da mata atual. Já no cenário pessimista, esse aumento poderá atingir 4°C e a diminuição da floresta chegaria a 50%. Atualmente restam apenas 7,3% de Mata Atlântica. Práticas simples podem ser adotadas para diminuir o aquecimento do planeta, o que falta agora é um pouco de atitude e consciência para que essas "simples práticas" sejam aplicadas.

 
Links relevantesAgendaGlossário

© 2004 Conselho Nacional Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

Rua do Horto, 931 - Horto Florestal
CEP 02377-000 - São Paulo - SP
+ (55 11) 2208-6080 / 2208-6082
secretaria@rbma.org.br | cnrbma@rbma.org.br | cnrbma@uol.com.br

Mercado Mata Atlântica - RBMA:
E-mail: mercado@rbma.org.br