Gambá 25 anos – Meio Ambiente é com a gente

Morte de peixes no Recôncavo Baiano

O Gambá cobra medidas mais efetivas para o monitoramento da região e a conclusão das causas da mortandade

Uma contaminação ambiental de causa ainda desconhecida já matou mais de 50 toneladas de peixes e mariscos no Recôncavo Baiano, deixando desoladas e revoltadas milhares de famílias que têm na pesca e no turismo as únicas fontes de renda. Diante do quadro crítico que começou a ser desenhado em 08 de março, quando teve início uma das maiores tragédias ambientais da Baía de Todos os Santos, o Gambá – Grupo Ambientalista da Bahia – coloca em questionamento a falta de monitoramento ambiental sistemático na região e a demora de diagnóstico das causas da mortandade. “É preocupante o impacto social e ambiental desse episódio. Os resultados dos exames e das investigações já deveriam ter sido concluídos. Além da punição dos culpados, é preciso emergencialmente adotar medidas para minimizar o sofrimento dessas pessoas”, afirma Renato Cunha, coordenador executivo do Gambá.

Quatro municípios da região já decretaram situação de emergência com a proibição do consumo e da comercialização dos pescados. Além da falta de alimento, a população necessita de recursos para custear outras despesas, como o pagamento de água e luz e ainda é obrigada a conviver com o mau cheiro dos peixes e mariscos mortos que se acumulam nas praias. A conclusão para o diagnóstico que indicará a causa da contaminação está prevista para o início de abril. E só a partir daí será determinada alguma ação para a limpeza das águas.

Salvador, 27 de março de 2007

Assessoria de Comunicação do Gambá
Tita Moura / Luciana Diniz
Tel:. 3240-6822 / 8878-1896 / 8844-8932 / ascom@gamba.org.br

 
Links relevantesAgendaGlossário

© 2004 Conselho Nacional Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

Rua do Horto, 931 - Horto Florestal
CEP 02377-000 - São Paulo - SP
+ (55 11) 2208-6080 / 2208-6082
secretaria@rbma.org.br | cnrbma@rbma.org.br | cnrbma@uol.com.br

Mercado Mata Atlântica - RBMA:
E-mail: mercado@rbma.org.br